Nota à Imprensa Sobre o Índice de Preços Grossista - IPG, Março de 2021

O Índice de Preços Grossista (IPG) registou uma variação mensal, no período de Fevereiro a Março de 2021, de 2,25%, sendo 0,02 pontos percentuais superior a registada no período anterior e 0,36 pontos percentuais em relação a registada no mesmo mês do ano de 2020.A variação homóloga de Março situa-se em 28,55%, registando um aumento de 8,06 pontos percentuais com relação a observada em igual período do ano anterior.Durante o mês de Março de 2021, os preços dos produtos nacionais aumentaram 2,60% comparados com os preços do mês de Fevereiro de 2021, sendo a Secção A – Agricultura, Produção Animal, Caça e Silvicultura a que maior aumento de preços registou com 2,94%. Os produtos que tiveram maior variação de preços neste grupo foram os seguintes: Feijão manteiga com 4,72%, Milho vivo com 4,51%, Ginguba com 3,54%, Cabrito vivo com 3,52%, Galinha viva com 3,50%, Mandioca com 3,38%, Ovos com 3,13%, Leite fresco com 3,10%, Arroz corrente com 2,84%, Tomate e Limão com 2,82% cada, Batata-doce com 2,64%, Batata rena com 2,53%, Cebola com 2,52%, Mamão com 2,13%, Alho com 1,78% e Laranja com 1,58% entre os principais.Durante o mês de Março de 2021, os preços dos produtos importados tiveram um aumento de 2,15%, influenciado basicamente pela variação de preços verificada na Secção A - Agricultura, Produção Animal, Caça e Silvicultura com 4,01%. Os produtos que mais aumentaram de preços foram os seguintes: Milho grão com 4,57%, Feijão castanho com 4,48%, Cebola com 3,62%, Ovos com 3,55%, Batata rena com 3,53%, Alho com 3,37%, Limão com 3,20%, Maça com 3,05%, Flores com 2,76%, Cenouras com 2,75%, Laranja com 2,69%, Ginguba com 2,62%, Repolho com 2,53% e Tomate com 2,34%, entre os principais....

Publicado em: 4/29/2021

Ler Mais...

Nota à Imprensa Sobre o Índice de Preços Grossista - IPG, Abril de 2021

O Índice de Preços Grossista (IPG) registou uma variação mensal, no período de Março a Abril de 2021, de 2,27%, sendo 0,02 pontos percentuais superior a registada no período anterior e 0,32 pontos percentuais em relação a registada no mesmo mês do ano de 2020.A variação homóloga de Abril situa-se em 28,95%, registando um aumento de 7,79 pontos percentuais com relação a observada em igual período do ano anterior.Durante o mês de Abril de 2021, os preços dos produtos nacionais aumentaram 2,63% comparados com os preços do mês de Fevereiro de 2021, sendo a Secção A – Agricultura, Produção Animal, Caça e Silvicultura a que maior aumento de preços registou com 2,96%. Os produtos que tiveram maior variação de preços neste grupo foram os seguintes: Feijão manteiga com 5,18%, Batata rena com 4,52%, Pimento com 4,17%, Tomate com 4,15%, Cenoura com 4,06%, Mandioca com 3,62%, Batata-doce com 3,57%, Ovos com 3,42%, Maça com 3,37%, Ginguba com 2,63%, Arroz corrente com 2,47%, Leite fresco com 2,33%, Alho com 2,25%, Cebola com 2,10%, Cabrito vivo com 2,08% e Galinha viva com 1,94% entre os principais.Durante o mês de Abril de 2021, os preços dos produtos importados tiveram um aumento de 2,16%, influenciado basicamente pela variação de preços verificada na Secção A - Agricultura, Produção Animal, Caça e Silvicultura com 4,03%. Os produtos que mais aumentaram de preços foram os seguintes: Ginguba com 5,07%, Ovos com 4,59%, Feijão castanho com 4,51%, Alho com 4,40%, Cenouras com 4,39%, Tomate com 4,19%, Milho grão com 3,90%, Feijão-verde com 3,74%, Grão-de-bico com 3,72%, Maça com 3,66%, Cebola com 3,50%, Pêra com 3,42%, Batata rena com 3,11% e Laranja com 3,03%, entre os principais. A inflação global do mês de Abril de 2021 foi de 2,27%, sendo os produtos importados que mais contribuíram com 1,67 pontos percentuais ou seja 74% e os produtos nacionais com 0,60 pontos percentuais o que corresponde a 26% do valor da inflação global....

Publicado em: 5/13/2021

Ler Mais...