Conteúdo: Missão, visão e valores

Missão, visão e valores



MISSÃO: Produzir e difundir, de forma eficiente, informação estatística oficial de qualidade e relevante para apoiar o desenvolvimento económico e social do País.

VISÃO: O INE ser reconhecido nacional e internacionalmente como uma instituição estatística de referência pela eficiência na produção, análise e divulgação de informação estatística de qualidade, pela sua autonomia técnica e pelo seu empenhamento na cooperação regional e internacional.

No esforço para alcançar a sua visão e cumprir a sua missão o INE segue os princípios fundamentais da estatística oficial e as boas práticas adoptadas pela Comissão das Nações Unidas, em Abril de 1994, e pela Carta Africana da Estatística, e que se encontram reafirmados na Lei do SEN.

PRINCÍPIOS E VALORES:

1. Profissionalismo, imparcialidade, responsabilidade e transparência no exercício da actividade estatística, com liberdade para a escolha dos métodos, conceitos e nomenclaturas utilizados, baseados nas recomendações internacionais e nas boas práticas, e na divulgação, que deve facilitar a correcta interpretação dos dados.

2. Fiabilidade, relevância, pontualidade e perenidade das estatísticas, que devem reflectir a realidade actual, responder às necessidades dos utilizadores, serem divulgadas em tempo útil e conservadas para utilização futura com garantia da sua comparabilidade.

3. Acessibilidade, simultaneidade, clareza e compreensão na divulgação das estatísticas e análises, com clareza, e com direito de acesso simultâneo de todos os utilizadores.

4. Mandato legal claro que habilita a proceder à recolha de dados.

5. Utilização das fontes de dados mais adequadas tendo em conta a qualidade dos dados, mas no respeito pela carga e custo para os fornecedores.

6. Confidencialidade que visa a utilização apenas para fins estatísticos dos dados das entidades colectivas e individuais e garantir a confiança no SEN.

7. Eficiência na utilização dos recursos postos à disposição do Sistema e sua adequação às exigências de produção estatística.

8. Coordenação externa e interna entre as diferentes autoridades de estatística e os serviços provinciais do INE, para assegurar a coerência e a qualidade da informação estatística.

9. Cooperação bilateral e multilateral com vista a melhorar o desempenho do Sistema Estatístico.